Gartner Public IaaS 2014 – AWS vs Microsoft Azure

Gartner Public IaaS 2014 – AWS vs Microsoft Azure

            A divulgação dos resultados de 2014 da pesquisa anual do Gartner em relação a provedores de Public Cloud IaaS (em tradução simples, provedores de nuvem pública), resultou em uma discussão cada vez mais comum: a Microsoft Azure é uma nuvem que faz frente à Amazon Web Services?

            Em primeiro lugar, é evidente que a AWS continua na liderança, com muita folga para o segundo colocado: Azure. Importante dizer que “se trata de uma corrida de dois cavalos” por enquanto, ou seja, os demais concorrentes estão bastante distantes.

Falando dos resultados, o Gartner classifica os requisitos avaliados nos provedores de cloud pública em 3 tipos: requeridos, preferidos e opcionais.

 

Requeridos

Preferidos

Opcionais

Amazon Web Services

92%

67%

54%

Microsoft Azure

75%

41%

31%

 

Embora em 2013 a Microsoft tenha crescido e melhorado no atendimento a requisitos requeridos da pesquisa, AWS permanece como líder isolada tanto nos itens requeridos como nos itens preferidos e opcionais.

 

Segundo o Gartner, as principais vantagens da AWS sobre a Azure:

  • Proximidade de datacenters: o conceito de Zonas de Disponibilidade (do inglês Availability Zones, ou AZ’s) é fundamental para o sucesso de replicação síncrona de aplicações com alta disponibilidade. Na Microsoft Azure a replicação deve ser assíncrona entre uma região e outra para ter alta disponibilidade.
  • Provisionamento rápido e através de auto serviço (self-service): na AWS é mais simples, fácil e rápido o provisionamento de recursos sob demanda.
  • Suporte básico e simplificado à Autoscaling: a ferramenta de scaling automático da AWS continua com liderança absoluta no mercado.
  • Serviços de encriptação integrados pelo provedor: na AWS é possível usar encriptação facilmente em discos de blocos (EBS), storage de objetos (S3).
  • Múltiplas interfaces e segmentos de rede: facilidade para gerenciar múltiplos segmentos de rede e interfaces.
  • Listas externas de controle de acesso/Firewalls de rede: permite gerenciar com flexibilidade a topologia e a segurança na rede privada (VPC).
  • Banco de Dados relacional como um serviço: na AWS o cliente pode optar pelo RDS usando Oracle, SQL Server, MySQL, PostgreSQL e o recém lançado Aurora.
  • Agrupamento e tagging customizado de recursos: permite agrupar recursos para facilitar a gestão, monitoramento, custos de todo o ambiente.
  • Logging de gerenciamento de conta: através do AWS Cloudtrail, todas as atividades executadas na nuvem são logadas e podem ser auditadas pelo ambiente.

 

Segundo o Gartner, as principais vantagens da Azure sobre a AWS:

  • Volumes de blocos expansíveis: Na Azure é possível expandir os volumes de storage de blocos. Na AWS é preciso recriar o volume EBS a partir de um snapshot.
  • Plano de DR e resultados de testes: Azure divulga estes planos e testes. AWS os mantém em sigilo.
  • Informativo de mudança de SLA com 90 dias de antecedência: Azure garante a divulgação deste informativo, AWS não.
  • Histórico de SLA de serviços dos últimos 60 dias: Azure divulga, AWS precisa melhorar a divulgação deste relatório.

Para o Gartner, uma empresa deve escolher AWS se para ela é importante:

  • Ter um ambiente de TI automatizado e altamente escalável
  • Ter um ambiente local ou global de alta disponibilidade (por conta das regiões e zonas de disponibilidade). Na Azure, para ter Alta Disponibilidade no Brasil, é preciso replicar para o datacenter do Texas
  • Ter flexibilidade de aplicações e ecossistema de soluções e serviços (Marketplace)
  • Ser suportado por um provedor de nuvem focado em inovação
  • Ter o melhor em segurança (serviços de auditoria, segurança de rede, encriptação)

Para o Gartner, uma empresa pode escolher Microsoft Azure se:

  • Investiu muito em um ambiente Microsoft anteriormente
  • Pode aceitar limitações de Scaling
  • Pode aceitar limitações de balanceamento de carga
  • Pode aceitar limitações de computação e rede
  • Se já usa Office365 e prefere ter um único provedor
  • Precisa de um plano de contingência para sua estrutura na AWS

 

Sobre o Gartner e seu quadrante mágico

Anualmente o Gartner, renomada empresa de pesquisa e consultoria em tecnologia da informação, divulga os resultados de suas pesquisas em praticamente todos os principais segmentos do mercado de TI.

Ouvindo CIO’s das principais empresas do mundo, os pesquisadores do Gartner estruturam e posicionam, de acordo com o segmento, os principais concorrentes de mercado em quatro quadrantes. O mais importante dos quadrantes é o famoso “quadrante mágico do Gartner”.

 

Referências

Acesse a apresentação completa de Kyle Hilgendorf, diretor de pesquisa do Gartner no re:Invent 2014 no YouTube.

Contate-nos e saiba mais.

[contact-form-7 id=”2002″ title=”Newsletter (fimdepost)”]

 

Compartilhe esta publicação:

Artigos Populares

Entre em
CONTATO

Para descobrir como nossos serviços auxiliam os seus negócios, entre em contato conosco.

Tem alguma dúvida?
LIGUE PRA NÓS!

Olá!

Gostaria de receber uma ligação?

NÓS TE LIGAMOS
Informe seu telefone que entraremos em contato o mais rápido possível.
Gostaria de agendar e receber uma chamada em outro horário?
Deixe sua mensagem! Entraremos em contato o mais rápido possível.