Anywhere Office: computação em nuvem e o trabalho remoto

Anywhere Office: computação em nuvem e o trabalho remoto

Sistemas de nuvem se tornaram indispensáveis em meio à pandemia da Covid-19. Com o crescimento do “anywhere office” – conceito de levar o trabalho para qualquer lugar, sem limites físicos – os avanços tecnológicos na área passaram a ocupar um papel ainda mais importante para empresas que tiveram de se reinventar durante 2020.

Cerca de 65% da força de trabalho das empresas no Brasil já atua remotamente e manter esse cenário tem exigido maior atenção às tecnologias. Para que o serviço dê certo, é necessário que os funcionários tenham acesso à internet de qualidade e aparelhos apropriados para o serviço.

Entre os desafios que o Anywhere Office ainda precisa superar para continuar crescendo exponencialmente estão a segurança de dados, a confiabilidade nas plataformas e os limites de armazenamento, assim como o desafio de treinar corretamente os funcionários para essa nova rotina.

Em vista dessas dificuldades, cerca de 51% dos investimentos que as empresas fazem em tecnologia são direcionados para serviços de nuvem, como mostra a pesquisa “Digital Readiness and COVID-19: Assessing the Impact”, da empresa Tata Consultancy Services.”

Outro dado que confirma esse crescimento vem da pesquisa “Worldwide Quarterly Cloud IT Infrastructure Tracker”, da International Data Corporation (IDC). As vendas de infraestrutura para sistemas de nuvem, privados ou públicos, cresceram 34,4% no segundo trimestre de 2020 contra a queda de 8.7% da venda de outros tipos de sistemas tecnológicos.

Segundo Alan Oka, responsável pelo time de Marketing e Produtos da BRLink, ainda existem muitas cargas de trabalho rodando em ambientes on premises em DataCenters tradicionais, os quais possuem grande potencial de migração para nuvem. Esta é uma grande oportunidade para executivos e gerentes de TI avaliarem a possibilidade de migração e modernização destas cargas de trabalho.

Neste conceito de modernização de cargas de trabalho, uma medida para evitar gastos desnecessários é usar um serviço “serveless”, ou seja, sem servidor. Permite que as empresas mantenham seus aplicativos web sem precisar se comprometer com toda uma infraestrutura na qual tais aplicativos rodem.

O uso de realidade virtual e realidade aumentada, comum em jogos, tem potencial para permitir treinamentos remotos e garantir que o “anywhere office” não prejudique o desenvolvimento e capacitação dos funcionários.

Apesar de todas as dificuldades, o trabalho remoto veio para ficar. A previsão é que até 2025, 40% da força de trabalho seja exclusivamente remota, contra nove por cento antes do começo da pandemia.

Em 2020 a BRLink trabalhou em dezenas de projetos de viabilidade de migração para nuvem e tem uma oferta exclusiva de pré-análise de migração sem custo. Mais informações sobre este serviço podem ser encontradas no link: https://land.brlink.com.br/pre-analise-migracao-aws/

Artigos Populares

Entre em
CONTATO

Para descobrir como nossos serviços auxiliam os seus negócios, entre em contato conosco.

Tem alguma dúvida?
LIGUE PRA NÓS!

Olá!

Gostaria de receber uma ligação?

NÓS TE LIGAMOS
Informe seu telefone que entraremos em contato o mais rápido possível.
Gostaria de agendar e receber uma chamada em outro horário?
Deixe sua mensagem! Entraremos em contato o mais rápido possível.