Profissional de TI: Como reduzir problemas com tecnologias obsoletas

Profissional de TI: Como reduzir problemas com tecnologias obsoletas

Quando compramos um novo equipamento, dificilmente pensamos no que acontecerá quando chegar o dia em que esse mesmo produto se tornar obsoleto e começar a não nos atender mais. Esse é um problema que também enfrentam empresas de todo o mundo com a tecnologia que se torna velha: descartar máquinas obsoletas custa, além de dinheiro, tempo, espaço e horas de trabalho.

Segundo a E-waste World Map, primeiro mapa global de e-lixo feito pela aliança entre ONU e outras organizações, a previsão é de que em 2017 sejam produzidos 65,4 milhões de toneladas de lixo eletrônico no mundo. A procura por solução acaba sendo global.

Ter em seu parque tecnológico equipamentos que não atendam mais as necessidades da empresa representa queda de produtividade dos funcionários e custos excessivos de operação e manutenção, além de maior preocupação com a segurança dos dados e processos, o que sobrecarrega as empresas. Mas também tem reflexos profundos no trabalho das equipes de TI, que precisam lidar com toda essa infraestrutura.

A resolução desse problema pode não ser simples, mas é possível. O primeiro passo que o Gerente de TI deve dar, juntamente com a sua equipe, é conscientizar a empresa da necessidade de modernização para os negócios, o que terá reflexo na sua produtividade e rentabilidade.

Em seguida, é a vez de fazer um levantamento de todo o parque tecnológico da empresa e definir o que está obsoleto/inadequado, e precisa ser substituído. Faça um balanço de quanto tempo está sendo despendido cuidando desses materiais, como manutenção e atualização, e o que isso representa em gastos para a empresa (produtividade de profissionais, queda na operacionalização, gastos com reposição de peças e energia etc.). Compare esses valores com os da compra de novos equipamentos e soluções (como migração para nuvem – link para matéria 10 motivos convincentes para sua empresa ir – definitivamente – para a nuvem) e como eles afetarão a operação da organização.

A ideia é mostrar que mesmo que seja necessário fazer um aporte para renovação do parque, esse valor será rapidamente recuperado, pois a empresa terá processos mais ágeis e rápidos e profissionais mais produtivos e motivados, diminuindo seus custos.

Descarte – Não há ainda um procedimento padrão no mercado para o descarte de equipamentos de TI. Algumas empresas oferecem serviço de coleta e descarte de material obsoleto como Descarte Certo, Ecobraz e EcoAssist.

Mas se a sua empresa tiver disponibilidade, pode aproveitar esse momento para beneficiar seus próprios funcionários com leilões e até doações dessas máquinas. Outra ação que pode gerar valor agregado é a doação para comunidades carentes ou instituições beneficentes.

Você já precisou lidar com tecnologia obsoleta dentro da sua empresa? Que caminho decidiu adotar? Compartilhe nos comentários!

whitepaper business intelligence

Artigos Populares

Entre em
CONTATO

Para descobrir como nossos serviços auxiliam os seus negócios, entre em contato conosco.

Tem alguma dúvida?
LIGUE PRA NÓS!

Olá!

Gostaria de receber uma ligação?

NÓS TE LIGAMOS
Informe seu telefone que entraremos em contato o mais rápido possível.
Gostaria de agendar e receber uma chamada em outro horário?
Deixe sua mensagem! Entraremos em contato o mais rápido possível.